BSBIOS promove ações para estímulo a cadeia produtiva


Preocupada em estimular a cadeia produtiva das culturas alternativas, dentre as quais em destaque as culturas da canola, girassol e mamona, a BSBIOS tem promovido ações a fim de integrar os diferentes segmentos da cadeia produtiva regional, de forma a possibilitar um trabalho conjunto e que resulte na ampliação das áreas de cultivo destas culturas.



Com base nesta política de fomento e projeção de parcerias, a BSBIOS recebeu em suas instalações uma delegação de produtores, dirigentes comerciais e técnicos da COTREL no dia 03 de outubro. Na ocasião, foram apresentadas as ações estratégicas para culturas como canola, girassol e mamona a serem implementadas na região, servindo de base para as parcerias comerciais e técnicas de produção, possibilitando-se novas alternativas de cultivo aos agricultores da região, bem como novas oportunidades de negócio a parceiros como as cooperativas da região.



Ainda, foi oportunizado aos convidados uma visita a unidade de produção de biodiesel da BSBIOS, além da visitação em lavouras de canola cultivadas próximas a unidade industrial da empresa, permitindo assim aos visitantes conhecer “in loco” as experiências positivas da empresa com a cultura da canola, neste momento a campo. Este trabalho garante que um grande grupo de colaboradores conheçam os trabalhos realizados, demonstrando assim a seriedade dos trabalhos da BSBIOS nos programas de fomento para culturas alternativas, e sejam estimulados a optarem por cultivar áreas com estas culturas nas próximas safras.



Preocupada com o avanço de suas políticas de originação de matérias-primas para produção de biodiesel, a BSBIOS está formalizando junto a instituições de ensino e órgão de pesquisa uma rede de ensaios para as culturas do girassol e da mamona, possibilitando-se a observação de aspectos técnicos pertinentes a cultura. Ao todo, serão 25 unidades demonstrativas e experimentais, em parceria com órgão como a Embrapa, Emater, Representantes Sindicais, Colégios Agrícolas, Universidades, empresas fornecedoras de insumos e BSBIOS, possibilitando gerar um conjunto de informações importantes para subsidiar as áreas a serem cultivadas com culturas alternativas dentro dos próximos anos.



Com base neste planejamento, a BSBIOS objetiva impulsionar a produção de oleaginosas da região, oportunizando uma nova alternativa de cultivo ao cenário agrícola brasileiro, além de fortalecer o processo de produção de biodiesel a partir de culturas alternativas, o que garantirá o êxito do Programa Nacional de Produção de Biodiesel, uma das mais importantes ferramentas de estímulo ao cenário econômico nacional basificado sobre o setor agroprodutivo.